Tocando a Distância – Ian Curtis e Joy Divison


Estamos aqui de frente com uma historia real, crua e surpreendente. Deborah Curtis viúva do promissor vocalista Ian Curtis do Joy Divison, teve a historia do seu relacionamento registrada nesse livro, em espécie de biografia, a viúva leva o leitor a conhecer a vida do cantor e seu relacionamento amoroso, conturbado e silencioso, além disso, conhecemos um pouco da adolescência, juventude e como tudo aconteceu para o Joy Divison, até a sua morte. Ler este livro para mim que sou fã da banda foi um enorme prazer, você se identifica, odeia e fica pasmo mas no fundo analisa que quando se nasce para a música e para a dor de ser um compositor e assim será.
O enigmático Ian Curtis e sua alma torturada foi descrito por sua esposa, que conta com a ajuda de relatos de antigos amigos e integrantes da banda. O livro tem uma forma bonita e em duas edições: uma com capa dura (mais bonito em especial) e outro em capa flexível. Contém também a discografia completa da banda, letras, escritas inacabadas, composições inéditas, lista de shows e fotos inéditas descritas na biografia. O prefácio "a edição brasileira" fica por conta do músico Kid Vinil e o prefácio "a primeira edição" por Jon Savage, editora Ideal Edições. Comprei o livro na Saraiva e lá vi que tem as duas edições.


“Uma biografia corajosa e comovente”. NME


Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário