As cincatrizes que ficam, ninguém apaga

A fase ruim passou e agora você vai colocar a culpa no que para justificar o estrago que fica, vai dizer que seus problemas são motivos suficiente para causar tamanho estrago e fingir que nada aconteceu, só pra te avisar: andar de cabeça erguida não apaga as cicatrizes que vou levar para sempre.

Imagino que seja assim os pensamentos das vítimas do egocentrismo, estar embaixo dos narizes arrebitados não é nada fácil sabia. Ninguém tem o direito de invadir um coração e destruí-lo sem autorização e você sabe que se bagunçar vai ter que arrumar, então não vire as costas agora. Volta aqui e dá um jeito porque parece que passou um furacão e tirou tudo do lugar.

Vou reunir os cacos e seguir cambaleando por aí, já não sei nem para onde estava indo ou em qual estação devo parar só sei que preciso respirar. Agora começa o pânico, entro em desespero, acho que vou gritar, você promete que vai me escutar se eu fizer assim? Estou fora de mim, consigo ver nitidamente meu corpo destroçado e a minha cabeça está vazia.

A vida tem dessas surpresas, me faz preparar o bolo mesmo sabendo que ninguém virá e eu olhando o tempo passar espero por alguém que vai me estender a mão e arrancar de vez tudo isso que estou sentindo. Estou pronto para ir a guerra, bombardeado, remendado e sem nada a perder por que tudo que tinha se foi.

E mesmo que eu esteja em retalhos, vou sobrevivendo.


Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário