O que seus olhos vêem?

Provavelmente você já deve ter escutado ou pensado naquela frase que diz: a primeira impressão é a que fica, e eu de fato a conheci de perto, ou melhor, senti. Sabe aquele tipo de pessoa que não gosta de quase ninguém e mal conhece uma pessoa e já tem uma opinião sobre ela, este era eu, muito prazer.

Tive a sorte de perceber isso cedo, mas ainda vejo pessoas que insistem em somente ver os que seus olhos querem enxergar e eu te digo que você pode ver muito mais se quiser. A vida é longa e especial demais para perdermos tempo nos limitando. Nossa evolução só depende da gente e de mais ninguém.

As vezes temos aquela sensação de carregar um peso nas costas e de fato, o nosso orgulho, nosso egoísmo e nossa ignorância pesa demais, e quem decide o carregar nem sempre vai longe. É simples, na próxima semana observe as pessoas a sua volta e repare nas coisas que elas dizem, vai perceber que muita coisa dita é uma opinião de algo que ainda não foi vivenciado e/ou até foi mas não significa que será igual com você. São particularidades que cada um precisa viver.

Tem uma frase (muito clichê) que faz todo sentido: não julgue o livro pela capa. Jamais diga qualquer coisa pelo que vê, crie oportunidades para se aproximar, enxergue o que poucos enxergam. Na maioria das vezes as percepções (positivas ou negativas) são projeções de características suas que você só observa no outro.

Enquanto nós perdemos tempo sendo comentaristas da vida, o tempo corre lá fora, e só aproveita que vive.


Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário