Tudo passa quando o sol se põe

Reprodução: @jackrmoriarty
Esse é o conselho que dou a mim mesmo, é uma carta aberta que envio ao meu passado e um texto que publico ao meu futuro. Entenda de uma vez por todas: tudo passa quando o sol se vai.

Já cheguei a pensar que as dores são eternas e que as alegrias duram menos de um segundo, que a lua é mais forte que o sol e que eu não seria capaz de suportar mais um dia em claro. Eu estava errado.

Acreditei por anos que ninguém muda, me afoguei em lamentos, fiz juras a mim mesmo, me programei como bomba relógio, rabisquei as promessas. Eu confiei em mim.

Imaginei que nunca viveria algo inesquecível, que não seria importante pra ninguém, que eu era composto por elementos ácidos. Eu fiz diferente.

Aprendi que as dores não são eternas, que as alegrias se tornam saudades, que o mundo muda e eu mudo junto, que quando eu menos esperar, vai passar.


Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário