Darkness for the summer











Visto-me de meu uniforme e aguardo ansiosamente os ponteiros do relógio zerar, o coração dispara e as trombetas tomam conta da pulsação de meu sangue. A vibração conduz os movimentos e meus lábios desenham no ar ao som dos sintetizadores. Fecho os olhos e me sinto dominado pela timidez da guitarra, ondas transitam por hemisférios até a pupila dilatar, subo nas entrelinhas da coragem e é de lá que eu te vejo. Que janeiro continue a trazer a escuridão para um ótimo verão.


Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário